Cresce o número de presos reincidentes, afirma J. Guerra

Cresce o número de presos reincidentes, afirma J. Guerra

Para o delegado geral, James Guerra, o índice de reincidentes no Piauí chega de 90%

É grande o número de presos que voltam às ruas para cometer os mesmos crimes no estado do Piauí. Índices apontam que esse número cresce a cada ano, acumulando trabalho para as polícias Militar e Civil na prisão, o que normalmente acontece duas vezes no ano.

No Piauí, segundo levantamento das entidades que acompanham a vida do preso, 80% reincidem no crime após conquistar a liberdade, uma estatística que, de acordo com levantamentos, atrapalham e causam uma sobrecarga às polícias que servem o estado do Piauí. Dados apontam que no Brasil, sete a cada dez presos voltam a cometer crimes quando saem da cadeia, índice negativo considerado um dos maiores do mundo, um índice considerado muito alto de reincidência criminal dos acusados.

Já para o delegado geral da Polícia Civil, James Guerra, ?no âmbito policial a reincidência é de mais de 90%?, pois há situações em que a própria polícia não consegue materializar a prática do crime novamente ao infrator.

O juiz titular da Primeira Vara Criminal, Carlos Hamilton enfatiza que ?juiz não administra presídios e apenas cumpre o que está posto, ou seja, juiz não faz leis?. Para ele ?o poder judiciário com suas limitações e suas dificuldades conta com uma quantidade mínima de juízes. No Piauí esse índice é de um juiz para cada 16 mil habitantes. Agora, se nós temos leis que são brandas enquanto deveriam ser rigorosas e se o poder executivo não têm instrumentos públicos ou políticas públicas para ressocializar o condenado e para devolvê-lo à sociedade, isso não compete ao poder judiciário.?

O delegado aponta como alternativa ?melhorias na estrutura em termos de aparato e uma situação legislativa que permita a todos os profissionais para se ter uma maior resolutividade.

VEJA A REPORTAGEM


Reincidência pode ser de mais de 90% no Piauí... por redemeionorte

Fonte: Denison Duarte