Criança fica cega depois de pai jogar água quente no rosto dela

O denúncia foi feita pela cunhada do acusado, Maria Bernardo.

Uma criança ficou cega após ser agredida pelo próprio pai, em um sítio na zona rural do município de Barro, na região do Cariri cearense. Segundo a polícia, Everaldo Aquino de Sousa jogou água quente no rosto do garoto, na época com três meses de vida, o que fez com que o menino perdesse a visão.

O denúncia foi feita pela cunhada do acusado, Maria Bernardo. Ela conta que, no dia do ocorrido, chegou à casa de Everaldo e viu a criança sozinha, deitada em uma rede. ?Ele tava tendo convulsão e tava todo vomitado, com o rosto todo ?pipocado??, diz Maria.

Ela e o marido socorreram o menino ao hospital de Barro, onde o médico constatou que ele tinha sido agredido pelos pais. Após ser denunciado, a prisão preventiva de Everaldo foi decretada. Atualmente, ele está preso no Destacamento da Polícia Militar de Barro.

Segundo a polícia, a cunhada do acusado denunciou que, além do pai, a mãe da criança também costumavam agredir o filho, que hoje está com três anos. A mãe, no entanto, não está presa. Em depoimento, Everaldo nega às acusações e diz que o filho ficou cego acidentalmente.

Fonte: jangadeiroonline.com.br