Criança filma estupro cometido pelo padrasto e envia para a tia

Polícia investiga caso e suspeito pode ser condenado a até 15 anos

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga um caso de estupro em que uma criança filmou o momento em que sofreu abuso sexual. A vítima teria tido a iniciativa de colocar um celular para gravar e enviou as imagens para uma tia.

Image title

A tia da vítima assistiu ao vídeo, mostrou as imagens para outras três irmãs e elas foram até uma delegacia registrar ocorrência. Ela conta que sua mãe, avó da vítima, também viu as imagens,

O pai da vítima contratou uma advogada para cuidar do caso. Ela encaminhou para a Justiça o vídeo com as imagens do estupro cometido pelo padrasto. A menina está sob os cuidados do pai, enquanto a investigação está em curso.

O suspeito prestou depoimento à polícia e tentou se defender das acusações, apesar das imagens captadas pela vítima. O delegado responsável pela investigação confirma que o suspeito tentou se esquivar do crime.

O suspeito pode ser condenado por estupro de vulnerável com agravante de crime cometido em ambiente familiar e pode ficar preso por até 15 anos. Segundo as tias da vítima, a mãe da criança não teria se afastado do companheiro mesmo diante dos registros da cena do estupro.

Fonte: Com informações do R7