Criança indígena de 2 anos é degolada no colo de sua mãe

Pessoas se reuniram em protestos contra o preconceito.

Uma criança de dois anos de idade, de natureza indígena, foi degolada na rodoviária de Imbituba, no litoral sul de Santa Catarina. Ele estava sendo alimentado por sua mãe quando um homem se aproximou e degolou a criança. O crime foi presenciado por várias pessoas que estavam no local.

“Se um indígena cortasse a garganta de uma criança branca o Brasil viria abaixo. Quero a mesma indignação pela morte do meu filho”, disse a mãe de Vitor, Sônia da Silva, de 27 anos, ao jornal O Estado de S. Paulo. Segundo ela, o filho estava em seu colo quando o homem o degolou com um canivete e fugiu. Ela estava no litoral com o marido desde o dia 26 de dezembro, onde vendiam artesanato.

Após o crime milhares de pessoas se reuniram em protestos contra o preconceito. O suspeito de cometer o crime foi preso. Matheus de Ávila Silveira, tem 23 anos e confessou o crime. Ele apresentou características de psicopatia.

Protestos  (Crédito: Jacson Santana/Cimi - Regional Sul)
Protestos (Crédito: Jacson Santana/Cimi - Regional Sul)

Fonte: Com informações do Brasil Post