Crise: PF e PRF ficarão no Rio por tempo indeterminado

O sistema prisional federal continua à disposição do Estado para receber presos

O ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, disse nesta sexta que a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) continuarão no Rio de Janeiro por tempo indeterminado. O ministro participou pela manhã da solenidade de entrega do Prêmio Innovare, que reconhece as melhores práticas no Judiciário.

"Eles continuarão enquanto for necessário para a pacificação do Rio e a manutenção do principal projeto de segurança no Rio de Janeiro, que é essa pacificação urbana", disse o ministro, em referência às unidades de Polícia Pacificadora (UPP).

Segundo Barreto, o sistema prisional federal continua à disposição do Estado para receber presos "que porventura estejam construindo uma ameaça à população". Quanto aos riscos para os turistas que começam a chegar para passar férias no Estado no final do ano, Barreto afirmou que o governador Sérgio Cabral mantém permanente contato com o ministério e que a situação está sendo avaliada diariamente.

"O que tem sido feito no Rio já garante maior segurança à população e aos turistas. Certamente teremos um grande réveillon, um grande final de ano, e o mais importante, a estrutura de um projeto de paz que veio para ficar", afirmou.

Fonte: Terra, www.terra.com.br