Família flagra agressão de cuidadora a idosa de 87 anos com Alzehimer, após denúncias

Família flagra agressão de cuidadora a idosa de 87 anos com Alzehimer, após denúncias

Cuidadora bate em idosa, que sofre de Alzheimer.

A denúncia de vizinhos ajudou uma família a descobrir os maus-tratos sofridos por uma senhora de 87 anos em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O filho dela instalou câmeras na casa e descobriu que uma das cuidadoras agredia a idosa, que sofre de Alzheimer, conforme mostrou reportagem do Bom Dia Rio.

Vera Lúcia Cardoso Govêia, de 49 anos, foi presa neste domingo (18), em Nova Iguaçu. Ela será levada ainda nesta segunda-feira (19) para um presídio feminino de Bangu e responderá por tortura.

As gravações foram feitas durante três dias. Nas imagens, a acompanhante bate em Tamine Buteri. Ela também sacode a cabeça da vítima, que não pode se levantar da cama. Foram os vizinhos que alertaram o filho de Tamine. Ela gritava muito nos plantões da acompanhante.

Durante um ano e oito meses, Vera acompanhou a senhora, que está com as duas pernas quebradas. A idosa foi agredida várias vezes. "Ela não podia ter feito isso com minha mãe, isso não justifica, mas agora quem vai resolver não somos nós, é a Justiça."

Foi o próprio filho que chamou Vera para ajudar a mãe. Os dois se conheceram na igreja que frequentam. Na delegacia, Vera se disse arrependida.

Fonte: G1