Dançarina de Axé é morta a facadas e polícia desconfia de ex

Dançarina de Axé é morta a facadas e polícia desconfia de ex

Testemunhas informaram à polícia que a dançarina chegou a pedir socorro.

Lady Butterfly, 35 anos, dançarina e animadora do complexo de lazer Axé Moi, foi morta na madrugada desta segunda-feira, 18, em Porto Seguro, no Sul da Bahia. A polícia investiga o envolvimento do companheiro da vítima no crime, já que ele teria fugido levando o carro e outros pertences de Butterfly.

A travesti, que tem como nome de batismo Daniel José Oliveira Júnior, foi assassinada em seu apartamento na avenida Coqueiral, no condomínio Golden Dolphin. Ela foi atingida com golpes de faca no tórax.

Testemunhas informaram à polícia que a dançarina chegou a pedir socorro, mas morreu a caminho do Hospital Luís Eduardo Magalhães.

Antes de fugir do local, o suspeito teria deixado cair o RG. Ainda conforme relatos dos moradores do condomínio, o homem teria entrada no apartamento acompanhado da vítima. As informações são do site Radar64.

A direção do Axé Moi lamentou o crime por meio do seu perfil no Facebook: "Ela se foi, mas sua alegria e seu brilho se eternizarão em nossas vidas. Siga com os anjos!".

O velório de Butterfly será na Câmara de Vereadores de Porto Seguro, a partir da 14h, segundo informações publicadas no perfil do Axé Moi.

Fonte: UOL