Dançarina de forró diz à polícia que não matou concorrente

Adaiane, 20 anos, disse que ficou surpresa quando soube que o namorado, o caminhoneiro David Correia, havia matado a jovem.

A dançarina Adaiane de Aguiar negou nesta segunda-feira ter participado da morte de Alini Gama, assassinada na manhã da última sexta-feira em Campo Grande, Cariacica, na Grande Vitória (ES). Segundo a polícia, Adaiane, 20 anos, desmentiu a suspeita e disse que ficou surpresa quando soube que o namorado, o caminhoneiro David Correia, havia matado a jovem de 21 anos. Correia confessou o assassinato de Alini depois que ela venceu sua namorada em uma seleção para participar de gravações com uma banda de forró.


Dançarina de forró nega participação em morte de concorrente

A polícia acredita que Adaiane não teve participação no crime. O namorado dela teria planejado tudo sozinho para surpreendê-la com uma prova de amor. Nesta segunda-feira, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil realizaram buscas no Rio Formate, em Cariacica, onde o caminhoneiro diz ter jogado a arma do crime. O corpo de Alini Gama foi enterrado no sábado em Itaenga.

Fonte: Terra