Dançarino do Esquenta é encontrado morto em morro

Dançarino do Esquenta é encontrado morto em morro

Nesta tarde, os policiais da unidade foram chamados para fazer a remoção do corpo

O dançarino do programa Esquenta da TV Globo Douglas Rafael da Silva Pereira, de 25 anos, conhecido como DG, foi encontrado morto no Morro Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, na tarde desta terça-feira. Moradores da comunidade fazem um protesto pela morte em um dos acessos a comunidade, na ladeira Saint Roman, no final da Rua Sá Ferreira. Policiais do 19º BPM (Copacabana) reforçam o policiamento nas proximidades.

De acordo com o comandante da UPP da comunidade, capitão Victor Fernandes de Souza, o corpo do jovem estava dentro de uma escola municipal da favela. Segundo o comandante, não houve confrontos no local.

Nesta tarde, os policiais da unidade foram chamados para fazer a remoção do corpo que, segundo o capitão, não tem marcas de tiro. A perícia foi feita pela Polícia Civil.

O cadáver foi levado para o IML, no Centro da cidade. A ex-mulher do dançarino, Larissa de Lima Ignato, está indo fazer o reconhecimento do corpo. Na página do Facebook de Douglas, o dançarino aparece em fotos ao lado da apresentadora do programa, Regina Casé, e também com outros artistas, como Valeska Popozuda

Policiais baleados

Há muita correria na rua e bombas de gás lacrimogêneo estão sendo lançadas. Também são ouvidos muitos disparos. Policiais do 19º BPM (Copacabana) foram chamados para reforçar o policiamento. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) também está no local. Segundo moradores, um policial foi baleado e manifestantes tentaram atear fogo à Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela. A polícia ainda não confirmou essas informações.

O acesso ao Túnel Sá Freire Alvim está fechado. Também foram interditadas a Rua Raul Pompeia e a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, na altura da Sá Freire. Uma pessoa já foi detida.

O tiroteio na madrugada começou por volta das 3h desta terça-feira, segundo uma moradora:

? Todo o morro está sem luz desde a madrugada. Agora no início da noite, policiais passaram com granadas na mão.

Fonte: Extra