Decretada prisão do ex de jovem de 16 anos encontrada morta

Decretada prisão do ex de jovem de 16 anos encontrada morta

Jovem foi encontrada morta em um rio.

A justiça decretou na noite desta segunda-feira (16) a prisão preventiva do ex-namorado de Ariana Donato Arndt, jovem de 16 anos encontrada morta depois de 24 dias desaparecida. Em entrevista coletiva, a delegada Stela Maris da Rosa, responsável pelo caso, anunciou o namorado da vítima como o principal suspeito da morte.

O corpo de Ariana será sepultado às 8h da manhã de terça-feira (17) no Cemitério Jardim da Paz em Timbó, no Vale do Itajaí. O velório ocorre nesta segunda-feira (16). De acordo com o Instituto Médico Legal de Blumenau, a família da garota reconheceu os brincos e as botas que ela usava no dia do desaparecimento.

Ela foi encontrada pelos Bombeiros no rio Benedito, em Timbó, no Vale do Itajaí, nesta segunda-feira (16) por volta das 10h15. A garota foi vista pela última vez próximo às 18h do dia 22, quando saiu de casa para ir à escola.

Entenda o caso

A delegada Stela Maris da Rosa, responsável pelo caso, colheu depoimentos de testemunhas que alegavam terem visto a adolescente no mesmo dia de seu sumiço. Ela estaria acompanhada do namorado, de 22 anos, em uma ponte próxima à casa dela. Em depoimento, o jovem negou ter estado com a garota.

A adolescente havia se mudado para a casa do pai cerca de 15 dias antes do desaparecimento, onde morava também com a madrasta e as duas filhas dela. De acordo com o pai da garota, ela não apresentava comportamento estranho no dia do sumiço. Já a madrasta afirma que tinha bom relacionamento com ela. A mãe da menina, com quem a adolescente morava anteriormente, também disse que ela vinha agindo de forma normal. O Corpo de Bombeiros estava ajudando a Polícia e a família nas buscas.

Fonte: G1