Defesa de Bruno afirma que jogador deve deixar a cadeia no final de 2015

Assistente de acusação prevê progressão para o semi-aberto em 2018.

Os holofotes estavam voltados para o Fórum Pedro Aleixo, em Contagem, na Grande BH, na madrugada desta sexta-feira (8).A noite foi marcada pela decisão de sete jurados que consideraram o goleiro Bruno Fernandes culpado pela morte da modelo Eliza Samudio, em 2010. O julgamento, que começou na segunda-feira (4), terminou com a leitura da sentença da juíza Marixa Rodrigues, que fixou pena de 22 anos e três meses de prisão em regime fechado para o jogador. Mesmo assim, o advogado de defesa de Bruno, Lúcio Adolfo, acredita que o atleta consiga deixar a cadeia no final de 2015, com progressão para o semi-aberto.

Segundo as contas de Adolfo, o goleiro teria que cumprir dois quintos da pena de 17 anos e seis meses por homicídio triplamente qualificado, o que resulta em sete anos. Bruno já está detido há quase três anos, o que reduziria o tempo para cerca de três anos e meio. A possibilidade de o atleta voltar a trabalhar, no entanto, seriam tirados mais alguns meses de detenção para o semi-aberto, totalizando cerca de dois anos e oito meses para alcançar remissão na pena.


Defesa de Bruno afirma que jogador deve deixar a cadeia no final de 2015

Por outro lado, o assistende de acusação e advogado do pai de Eliza Samudio, Cidney Karpinsky, explica que Bruno só poderá deixar o regime fechado no final de 2018. Ele baseia o cálculo na pena total do acusado: ele teria que cumprir dois quintos sobre 17 anos e seis meses por homicídio e um sexto da pena de quatro anos e nove meses por sequestro e ocultação do corpo de Eliza, resultando no total de sete anos e nove meses. Como cumpriu cerca de três, faltaria aproximadamente cinco para o goleiro conseguir a liberdade.

Após o término do julgamento, o promotor Henry Vasconcelos afirmou que vai recorrer da sentença, pedindo o aumento na pena recebida por Bruno. O júri popular absolveu a ex-mulher dele, Dayanne Rodrigues, pelos crimes de sequestro do filho de Eliza, Bruninho.

Fonte: r7