Defesa do casal Nardoni aponta contradições no depoimento de delegada

Advogados tentaram levantar as contradições e expor aos jurados.

A defesa de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá gostou do depoimento da delegada Renata Pontes nesta terça-feira (23). Renata investigou a morte de Isabella e pediu a prisão do casal. Segundo a defesa, ela agiu de má-fé desde o começo da investigação e fez afirmações que não batem com os laudos criminais da perícia.

O advogado Marcelo Raffaini, auxiliar do advogado de defesa Roberto Podval, diz que o depoimento de Renata foi contraditório e que tem certeza que ela deixou dúvidas na cabeça dos jurados sobre o trabalho da polícia. Os advogados tentaram levantar essas contradições e expor aos jurados.

?Em determinado momento no relatório ela afirma que havia sangue de Isabella e o laudo não diz isso. O laudo de DNA não diz que havia sangue de Isabella. Isso ficou claro?, diz Raffaini. ?Ela teria justificado que essa informação lhe foi passada informalmente pelos peritos.?

Os advogados de defesa alegam que a delegada prejudicou o casal Nardoni. Segundo os advogados, o relatório final preparado por ela não bate com os laudos da perícia.

A defesa também alega, por exemplo, que a delegada afirmou que a camisa de Alexandre tinha manchas de vômito de Isabella e o laudo da perícia não consegue atestar que se tratava de vômito da vítima. Portanto, segundo os advogados, a delegada não poderia afirmar que o pai carregou Isabella no colo depois de ser agredida.

Fonte: g1, www.g1.com.br