Déficit de 1.500 policiais faz criminalidade aumentar no interior do PI, diz sindicato

Déficit de 1.500 policiais faz criminalidade aumentar no interior do PI, diz sindicato

Para o presidente do Sindicato dos policiais, Cristiano Ribeiro, há municípios que não possuem nenhum policial na Delegacia

O Sindicato dos Policiais Civis considera que os constantes assaltos no interior do Piauí estão relacionados ao reduzido número de policiais. De acordo com informações dos representantes da categoria, existe um déficit de cerca de 1500 homens.

Para o presidente do Sindicato, Cristiano Ribeiro, há municípios que não possuem nenhum policial na Delegacia, outros possuem apenas um, a exemplo de José de Freitas, que fica nas proximidades de Teresina.

Em Amarante, outro exemplo, possui apenas dois policiais na Delegacia, o que pode ser visto como uma resposta para a onda de assaltos que o município tem sofrido nos últimos meses.

Em um intervalo de aproximadamente um mês a população foi vítima de quatro grandes assaltos, o último aconteceu nesta segunda-feira(20). Cristiano Ribeiro atribui a onda de violência também ao crack e também ao tráfico de drogas.

Sobre a capital, Teresina, a atuação dos policiais foi facilitada nos últimos meses, após ser tirada das delegacias a custódia de presos, mas o número do efetivo continua abaixo do ideal.

Fonte: Denison Duarte