Delegacia paralisa atividades de investigação por falta de agentes

A delegacia está com suas atividades de investigações prejudicadas

A delegacia de José de Freitas (48km de Teresina), está com suas atividades de investigações prejudicadas por falta de investigadores.

Image title

Visto que o policial civil Gilson Ferreira, o único que sozinho estava à frente dos serviços de investigações, está de licença médica e até o momento a delegacia geral não enviou nenhum policial pra dar continuidade aos trabalhos de investigação.

Várias vítimas de arrombamentos, assaltos, homicídios, furtos e outros crimes estão procurando a delegacia para solução dos casos, e não encontram solução pela falta do profissional da área.

Nos últimos dias a onda de violência vem crescendo em José de Freitas. O diretor jurídico do sindicato dos policias civis do Piauí, Cristiano Ribeiro, esteve na delegacia do município e constatou a precariedade e a falta de estrutura de trabalho, principalmente o setor de investigação, que só tem um policial pra investigar vários crimes, que é o coordenador Gilson Ferreira.

O sindicalista disse que vai tomar as medidas cabíveis, junto à Secretária de Segurança Pública do Estado do Piauí, para que solucione o caso.

O delegado titular da delegacia, Hildson Rodrigues, já fez diversos ofícios destinado à delegacia Geral relatando a situação, inclusive solicitando mais policias civis para a cidade, mais até agora nenhuma providência foi tomada.

Fonte: Com informações do JF Agora