Delegada diz que inquérito sobre parque de diversão está fechado

Em seu relatório, delegada indicia dona de parque e filho por homicídio doloso.

A delegada Adriana Belém, titular da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), informou na manhã desta quarta-feira (24) que está concluído o inquérito sobre o acidente no parque de diversões de Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio. O acidente, na madrugada do dia 14, foi causado por um brinquedo que se soltou, causando a morte de dois jovens e ferindo outros sete.



Ela explicou que está organizando laudos e depoimentos e preparando o relatório final. Segundo disse, o inquérito é grande (tem mais de um volume) e está bem fundamentado, dando todas as informações necessárias para uma provável denúncia do Ministério Público.

Adriana Belém disse ainda que enviará na sexta-feira (26) o inquérito à promotora Márcia Velasco, da Promotoria do Recreio, Zona Oeste.

Indiciados

A dona do parque e o filho dela foram indiciados por duplo homicídio doloso (quando há intenção de matar) e por lesões corporais. O engenheiro que assinou a autorização para o funcionamento do parque e cinco promotores do evento foram indiciados por falsidade ideológica, explicou a delegada.

Na terça-feira (23), Belém recebeu os laudos da perícia do acidente, que confirmam a precariedade das instalações e a falta de manutenção dos brinquedos.

Na manhã desta quarta-feira (24), a Secretaria municipal de Saúde informou que a jovem Daiane Mesquita, de 17 anos, permanece em estado grave na UTI do Hospital Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul. Ela é a única vítima ainda internada.

Fonte: G1