Delegada investiga se Júlia Rebeca produziu e enviou vídeo para as redes sociais

Delegada investiga se Júlia Rebeca produziu e enviou vídeo para as redes sociais

Uma das possibilidades colocadas pela delegada é o risco de pessoas não autorizadas terem acesso, de forma técnica, ao equipamento.

Após análises de e-mails, mensagens e ligações telefônicas, as investigações sobre o caso da jovem Júlia Rebeca, do município de Parnaíba, que cometeu suicídio após exposição do seu vídeo íntimo nas redes sociais, apontam que ela pode ter feito o próprio vídeo e enviado para a internet, versão ainda não confirmada pela delegada Cristiane Vasconcelos.

Apesar de confirmar que todas as hipóteses são possíveis, a delegada diz que será necessário aguardar os resultados periciais. ?Nós aguardamos o resultado pericial, que vai nos afirmar categoricamente se isso aconteceu. A polícia ainda não pode se manifestar oficialmente porque dependemos desse resultado?, afirma a delegada.

?A gente aconselha que as pessoas que não querem ser vítimas de vídeos ou de fotografias compartilhadas, que não os produzam."

Uma das possibilidades colocadas pela delegada é o risco de pessoas não autorizadas terem acesso, de forma técnica, ao equipamento, entre outras maneiras. ?De repente você manda o seu celular para a assistência técnica, ou alguém que usa o seu computador, ou seu celular é roubado, então são várias as possibilidades de riscos?, encerra.

O fato, segundo autoridades policiais, pode mudar por completo o rumo das investigações.

Fonte: Denison Duarte