Delegado confirma que irmã do atacante Hulk foi vítima de sequestro na Paraíba

Delegado confirma que irmã do atacante Hulk foi vítima de sequestro na Paraíba

Hulk, que joga atualmente no Zenit, permaneceu na Rússia, por orientação policial

O delegado regional da Polícia Civil em Campina Grande, Marcos Paulo Vilela, confirmou nesta terça-feira (6) que a irmã mais nova do atacante Hulk foi vítima de um sequestro na cidade. Ela estava desaparecida desde o início da tarde desta segunda (5).

Por volta das 12h (horário de Brasília) desta terça, a jovem foi vista entrando dentro da casa dos pais no bairro Alto Branco.

O delegado Marcos Paulo Vilela informou que a jovem foi ouvida pela polícia na residência. Ele disse ainda que os detalhes do caso só serão divulgados durante uma entrevista coletiva marcada para às 10h (horário de Brasília) desta quarta-feira (7).

Segundo a polícia, Angélica Aparecida Vieira, de 22 anos, estava no carro de um amigo, em frente a um restaurante no bairro do Catolé, quando foi levada por criminosos por volta das 14h de segunda.

Hulk, que joga atualmente no Zenit, permaneceu na Rússia, por orientação policial, segundo o assessor do atleta, Acaz Felleger. Ainda de acordo com o assessor, ele não quis comentar o caso. O jogador apenas agradeceu o apoio dado à família

No dia do sequestro, Hélio Pereira da Silva, amigo de Angélica, disse em depoimento que o carro foi deixado no local da abordagem. Silva passou mal e chegou a ser levado para o hospital Pedro I. Ele passou por exames e recebeu alta.

Fonte: G1