Delegado é preso após matar colega de profissão na Corregedoria

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

No início da tarde desta segunda-feira (02), o delegado Loubivar de Castro Araújo assassinou a tiros o delegado José Pereira da 4° Delegacia de Polícia Civil na Corregedoria da Polícia Civil em Porto Velho. De acordo com o delegado Renato Souza, o suspeito foi preso em flagrante e levado para Delegacia de Homicídios, onde prestará depoimento ainda hoje.

Segundo Souza, não há como confirmar se a vítima e o suspeito possuíam uma espécie de desentendimento. “Ninguém sabe se houve discussão, não temos como saber se eles eram inimigos. A versão do suspeito é que a vítima fez menção a sacar a arma, e o delegado Loubivar acabou sacando primeiro e aconteceu”, explica Souza.

Uma funcionária que trabalha no local informou que tudo aconteceu muito rápido. "O suspeito subiu e de repente ouvimos os disparos, nós ainda tentamos socorrer o delegado, mas ele acabou morrendo. Imediatamente detemos o suspeito”, contou a mulher que prefere não se identificar.

Um policial civil que trabalha no primeiro andar do prédio disse  que a vítima era muito querida. "Ele era uma boa pessoa de se trabalhar, nunca tivemos atrito. O suspeito eu só conhecia de vista", disse o policial.

O delegado suspeito foi preso e encaminhado para a Delegacia de Homicídios, onde o termo de flagrantes será lavrado e o delegado será ouvido. O corpo da vítima foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Porto Velho.

Corpo da vítima foi levado para o IML (Crédito: Reprodução)
Corpo da vítima foi levado para o IML (Crédito: Reprodução)
Delegado foi preso em flagrante (Crédito: Reprodução)
Delegado foi preso em flagrante (Crédito: Reprodução)
Crime aconteceu dentro da corregedoria (Crédito: Reprodução)
Crime aconteceu dentro da corregedoria (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do G1