Delúbio Soares se entrega à Polícia Federal em Brasília

Delúbio foi condenado a oito anos e 11 meses de prisão mais multa de R$ 325 mil por corrupção ativa e formação de quadrilha

O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares se entregou na manhã deste sábado na sede da Polícia Federal em Brasília, despistando grande parte da imprensa que o esperava na portaria do prédio da superintendência. Ele faz parte da lista dos 12 condenados que receberam mandado de prisão na última sexta-feira.

Delúbio foi condenado a oito anos e 11 meses de prisão mais multa de R$ 325 mil por corrupção ativa e formação de quadrilha. Ele recorreu, no entanto, com embargos infringentes contra o crime de formação de quadrilha. Como o recurso só deve ser analisado no ano que vem, a pena prevista inicialmente é de seis anos e oito meses a ser cumprida em regime semiaberto.

Durante o julgamento, o Supremo Tribunal Federal (STF) entendeu que Delúbio ocupou-se diretamente da obtenção do dinheiro distribuído aos parlamentares e das datas dos pagamentos e exerceu papel preponderante em todo o esquema. A corte acrescentou que ele aproveitou-se de sua posição para praticar crimes contra a administração pública e a sociedade.

Na última sexta-feira o ministro Joaquim Barbosa expediu mandado de prisão contra 12 dos réus do mensalão. A maioria se entregou no mesmo dia, dentre eles o ex-ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, apontado como chefe da quadrilha, o deputado e ex-presidente do PT, José Genoino, e o operador do esquema, Marcos Valério de Souza. Apesar de não haver expectativa, o Barbosa poderá emitir novas ordens de prisão neste fim de semana.

Fonte: Terra