Dentista brasileira é assassinada a facadas por seu marido em Lisboa

Dentista brasileira é assassinada a facadas por seu marido em Lisboa

Na manhã de quarta-feira (28), Marcos foi até a clínica onde a brasileira trabalhava com uma faca, decidido que iria matá-la.

A dentista Luana Pinheiro Camargo, de 28 anos, morava em Lisboa com o marido, Marcos Aparecido Camargo, desde 2006. Ela tinha planos de se separar, mas o companheiro, também brasileiro, inconformado com a situação, acabou matando Luana.

Na manhã de quarta-feira (28), Marcos foi até a clínica onde a brasileira trabalhava com uma faca, decidido que iria matá-la. A clínica fica na rua Augusta, uma das ruas mais movimentadas do centro de Lisboa.

Marcos não fugiu depois do crime. Ele deixou o prédio, se sentou em uma das mesas de um restaurante em frente à clínica e esperou calmamente pela chegada polícia. Ele foi preso e indiciado por homicídio.

Segundo o Itamaraty, o Consulado Geral do Brasil em Lisboa acompanha o caso. O órgão foi procurado na quarta-feira (28) de manhã pelas autoridades portuguesas, que comunicaram o acontecimento. No mesmo dia, a família foi informada sobre o caso.

O consulado diz estar prestando todo o apoio possível à família, sobretudo, no contato com as autoridades portuguesas e no auxílio com a burocracia para trasladar o corpo.

De acordo com o Itamaraty, ainda não há previsão de quando o corpo da dentista chegará a Caiabu, no interior de São Paulo, onde mora a família.

Fonte: r7