Ex-soldados eram obrigados a fazer sexo. Confira!

Ex-soldados eram obrigados a fazer sexo. Confira!

Um tenente coronel também foi acusado de promover festas que eram usadas para seduzir os soldados novatos.

Orgias e assédio sexual dentro do exército brasileiro. No centro da polêmica está um coronel do exército, comandante do hospital do exército em Marabá, no Pará. Segundo as denúncias, na praia do Lençol, em Marabá, no Pará é um dos lugares em que o tenente coronel Alberto Almeida promovia encontros sexuais com recrutas. Em troca, os soldados garantiriam a seqüência na carreira. O tenente coronel também foi acusado de promover festas que eram usadas para seduzir os soldados novatos.

Fonte: R7, www.r7.com