Dependente químico internado mata a própria mãe durante horário de visita

Ela desmaiou e foi agredida com uma pedra na cabeça.

O paciente de uma clínica para recuperação de dependentes químicos atacou e matou a própria mãe durante o horário de visita, neste domingo (7), em Salto de Pirapora, região de Sorocaba. De acordo com a Polícia Civil, ao prestar depoimento, o autor do crime alegou que tinha "livrado a mãe de outra mulher que a estava possuindo".

O homem, de 48 anos, estava internado desde março. A mulher, de 65 anos, moradora da capital, visitava o filho na companhia de uma irmã. Quando a acompanhante foi até o carro para apanhar um álbum de fotos, o paciente convidou a mãe para ir até o chalé onde dormia. Nesse local, ele aplicou uma gravata no pescoço da idosa. Ela desmaiou e foi agredida com uma pedra na cabeça.

A mulher foi socorrida e levada à Santa Casa da cidade, mas morreu quando era atendida. Monitores e uma enfermeira da clínica relataram que o paciente não aparentava desequilíbrio mental. Seguranças também foram ouvidos.

O homem foi preso em flagrante e encaminhado para a cadeia pública de São Roque. Ele será submetido a exames psiquiátricos. A polícia aguarda os laudos para encaminhar o caso à Justiça.

Fonte: r7