Depois de ser linchado por 100 pessoas, ladrão volta ao hospital

Depois de ser linchado por 100 pessoas, ladrão volta ao hospital

Ajudante de 29 anos esperava vaga no CDP na carceragem do plantão. Há 7 dias, detento foi pego por 100 moradores do bairro após um roubo

O ajudante geral de 29 anos, preso depois de ser linchado por moradores do Jardim Ibirapuera, em Piracicaba (SP), foi transferido da carceragem do plantão policial na manhã desta segunda-feira (24) para o Hospital dos Fornecedores de Cana (HFC). O detento teve alta da unidade hospitalar no domingo (23) e aguardava transferência para o Centro de Detenção Provisória (CDP).

Há uma semana, o ajudante geral foi linchado por aproximadamente 100 pessoas, segundo a Polícia Civil. Suspeito de ter roubado uma casa no bairro, o homem foi pego por moradores após cair da varanda de um sobrado na Rua Paulo Ribeiro da Silva enquanto fugia. Ele ainda é suspeito de cometer outros furtos na região. O caso é investigado pelo 3° Distrito Policial (DP).

Segundo informações da mãe, Neli Fernandes Messias Cavalcante, e do advogado Benedito Miller, o homem de 29 anos começou a passar mal desde que chegou na carceragem. Ainda segundo ela, o preso fez cirurgia nas duas pernas. "Ele disse que não tomou nenhum remédio desde que veio para o 1º Distrito Policial (DP). Ele até vomitou", afirmou Miller.

Fonte: G1