Deputado federal Eliene Lima e ex-delegado foram baleados

Os indivíduos estavam armados com um revólver e uma pistola cromada calibre 380.

O deputado federal Eliene Lima (PDT-MT) e o delegado aposentado da Polícia Civil, João Evaristo Capetinga, foram baleados na noite de quinta-feira em Cuiabá. O parlamentar foi atingido no joelho, e o policial aposentado, na mão. Nenhum deles corre risco de morrer.

Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, por volta das 19h30, ele ia de carro para um jogo de futebol, quando passou na frente da casa do delegado, no bairro Boa Esperança, e desceu do veículo para conversar. Nesse momento, dois homens, com idades entre 20 e 25 anos, se aproximaram e anunciaram o assalto.

De acordo com a Polícia Civil do Estado, os indivíduos estavam armados com um revólver e uma pistola cromada calibre 380. Como a dupla teria mandado as vítimas entrarem em casa, o deputado, receoso pelo amigo, pediu que eles conversassem na rua.

Um dos criminosos então, conforme contou a assessoria do deputado, deu-lhe uma coronhada na cabeça. O boletim de ocorrência da Polícia Militar relata que o delegado aposentado teria esboçado reação e acabou atingido com um tiro na mão esquerda. Outro disparo acertou o parlamentar no joelho esquerdo.

As duas vítimas foram socorridas e encaminhadas ao hospital Ortopédico. Os policiais militares da Base Comunitária da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) realizaram rondas pela região, mas não localizaram os suspeitos.

A Polícia Civil já abriu inquérito, e as investigações serão presididas pelo delegado Roberto Amorim, do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), de Planalto, bairro na capital matogrossense. A Polícia Militar informou que o serviço de inteligência auxilia nas apurações.

Fonte: Terra