Detento aproveita indulto de Natal para espancar e matar ex-mulher

A perícia apontou duas facadas na lombar, uma no pescoço, afundamento de crânio e hematomas diversos na face.

Um detento aproveitou o indulto de Natal para matar a ex-companheira em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, nesta segunda-feira (22). Maíra Guimarães Amorim  de 30 anos, foi assassinada na rua. A perícia apontou duas facadas na lombar, uma no pescoço, afundamento de crânio e hematomas diversos na face. Presidiário diz que crime foi motivado por ciúmes.

Segundo relato de uma testemunha à Polícia Militar (PM), a mulher dirigia pela avenida Afonso Queiroz, bairro Jardim Panorâmico, quando um homem se atirou na frente do veículo. Ela freou bruscamente, desceu do carro e saiu correndo, mas foi agarrada pelos cabelos e jogada no chão. Apesar do apelo de populares, ele deu vários socos no rosto da vítima, que caiu no chão. Em seguida, ele passou a chutar sua cabeça.

A testemunha tentou intervir, mas o homem colocou a mão na cintura, simulando portar um revólver. As agressões continuaram até que, finalmente, ele sacou uma faca e golpeou a vítima. Nesse momento, a testemunha, atônita, lançou mão de uma ferramenta encontrada em uma obra vizinha, mas o suspeito já havia fugido.

A PM foi acionada e encontrou a Maíra inconsciente e com sangramento. A morte foi confirmada por socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A perícia apontou duas facadas na lombar, uma no pescoço, afundamento de crânio e hematomas diversos na face.

O homem foi preso, caminhando por uma rua do mesmo bairro. Aos militares, ele justificou as agressões por ciúmes. Em sua versão, ele deixou o Presídio Nossa Senhora do Carmo, em Carmo do Paranaíba, para se encontrar com a mulher, que teria dito que lhe esperava para comemorar o Natal, No entanto, ele descobriu que a vítima tinha um novo relacionamento amoroso.

A Polícia não tinha informações sobre os crimes pelos quais ele cumpria pena. A faca usada no homicídio não foi localizada. O suspeito apresentava cortes na mão e foi atendido em um hospital de Patos de Minas, antes de ser encaminhado à delegacia.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Ig