Detento é morto a facadas durante apagão no Nordeste

De acordo com Secretaria, tumulto seria um acerto de contas entre os presos

O apagão que atingiu oito Estados na região Nordeste na madrugada desta sexta-feira (4) provocou um tumulto no presídio Aníbal Bruno, em Recife (PE), que deixou um detento morto e outro ferido.

Segundo a Seres (Secretaria de Ressocialização de Pernambuco), os presidiários do Pavilhão D teriam aproveitado o momento do blecaute para fazer um acerto de contas.

Um detento foi morto a facadas por outro preso. Um terceiro detento que tentou apartar a briga ficou ferido e foi encaminhado ao Hospital da Restauração, em Recife.

De acordo com o Seres, uma Equipe da Delegacia de Homicídios já está no local para autuar o detento. Ainda não se sabe o motivo do acerto de contas.

Apagão

Uma falha no sistema de controle e proteção do circuito eletrônico da subestação Luiz Gonzaga, em Jatobá, município do Estado de Pernambuco, provocou o apagão. A informação foi dada ao R7 pelo diretor de operações da Chesf (Companhia Hidrelétrica do São Francisco), Mozart Bandeira Arnaud.

Em entrevista, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, evitou determinar a causa do blecaute e disse que a falha em Jatobá é uma explicação provável para o problema.

Segundo Arnaud, a energia já foi restabelecida nos oito Estados afetados pelo apagão.

O ONS (Operador Nacional do Sistema) ainda não sabe as causas da pane que provocou o apagão. Segundo o órgão, o problema teve início pouco depois da meia-noite (horário de Brasília). O Estado que ficou mais tempo sem energia foi o Rio Grande do Norte, que segundo o ONS, voltou a ter luz às 4h (horário de Brasília).

Fonte: R7, www.r7.com