Detento estupra companheiro de cela dentro de penitenciária no PI

O acusado cumpre pena por ter matado um homossexual

Uma ocorrência de estupro ocorreu na cela 02 da Penitenciária Mista de  Parnaíba, onde foi molestado o detento Júlio Maria de Sousa, de 28 anos, conhecido Couro de Gato. O caso foi levado  para Central de Flagrantes.

A vítima que passou por exame de corpo de delito, disse ao delegado Rodrigo Luna, que dividia uma cela com Francisco das Chagas Sousa Cardoso, o Palhaço, de 28 anos, e mais dois detentos Franskim e Daniel Riquinho, que estes dois últimos o seguraram para que Palhaço praticasse o estupro, o qual foi consumado.

Antes de estupro, Palhaço teria dito que fazia tempo que estava preso cumprindo pena por homicídio doloso por ter matado um homossexual e não tinha visita intima, motivo que iria manter relação sexual com seu colega de cela.

Durante o ato sexual, a vítima gritava de dores e os presos das celas vizinhas batiam nas grades para alertar a guarda presidial afim de parar o abuso sexual. A ação só parou com a chegada dos agentes penitenciários. A vítima ficou ensanguentada.

O acusado negou o estupro e disse que seu colega de cela teria lhe furtado R$ 60 reais e outros objetos. O detento violentando foi lesionado nas costas no momento que era abusado sexualmente. Palhaço responderá por mais um crime, somando o 14º.

Image title

Fonte: Com informações do Portal do Catita