Detentos com muito dinheiro possuem regalias em penitenciárias do Brasil

No final de maio, o Ministério Público do Rio Grande do Sul apresentou denúncia contra 41 pessoas, envolvidas em uma quadrilha comandada na cadeia

TVs de última geração, cozinha superequipada, churrasco com carne de primeira e dinheiro de sobra. Não, não estamos falando de turistas milionários que vieram ao Brasil se divertir na Copa. Estamos descrevendo a rotina de duas grandes penitenciárias brasileiras.

Nessas cadeias, preso que tem dinheiro, tem tudo. Dois trechos de gravações telefônicas mostram o que acontece dentro da cadeia.

Preso: Oi, linda.

Namorada: Tô aqui no mercado. O que eu levo pra ?tu? comer?

Preso: Leva uma carne boa.

Namorada: Costela mesmo?

Preso: Isso.

Preso: Amanhã também tem um churrasco aqui.

Bandido: Churrasco aí?

Preso: Tem uns dois mil ?espetinho? que vai ter aqui ?pra nóis?. Só espetinho de primeira, só com bacon, é queijo, só coisa boa.

No final de maio, o Ministério Público do Rio Grande do Sul apresentou denúncia contra 41 pessoas, envolvidas em uma quadrilha comandada por trás das grades. ?Presídio Central, da porta para dentro, é comandado pelos presos?, afirma Ricardo Herbstrith, promotor de Justiça do Rio Grande do Sul.

Segundo a investigação, os chefes de facções criminosas, dentro da cadeia, não organizam apenas churrascos. Também têm livre acesso a celulares e à internet.

Fonte: G1 Globo