Detentos tentam entrar em um presídio com o celular e bateria no ânus e vão parar no hospital

Detentos tentam entrar em um presídio com o celular e bateria no ânus e vão parar no hospital

O caso só foi descoberto porque a dupla estava sendo monitorada pelo serviço de inteligência da unidade.

Dois detentos foram parar em um hospital depois de tentarem entrar no Presídio de Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais, com um celular e uma bateria no ânus. O caso só foi descoberto porque a dupla estava sendo monitorada pelo serviço de inteligência da unidade.

Mesmo com vistoria nas celas, nada foi encontrado. Foi preciso levá-los a um hospital da cidade para confirmar a suspeita. Pércio Pereira Martins, de 38 anos, e Jair Moura, 43, cumprem pena por furtos cometidos na região.

A dupla introduziu a bateria e o celular com a ajuda de uma proteção plástica. Os presos tiveram que passar por um procedimento médico para retirada das peças do telefone. A chapa do exame de raio x mostra o celular dentro do corpo de um deles. Em outra imagem, é possível ver a bateria do telefone que estava com outro detento.

A Suapi (Subsecretaria de Administração Prisional) informou que os dois detentos devem sofrer sanções do conselho disciplinar da unidade e que um procedimento administrativo foi instaurado para apurar a origem do telefone.

Fonte: r7