Polícia prende prostituta por agir com Maníaco que matou quatro

Polícia prende prostituta por agir com Maníaco que matou quatro

Polícia diz que rapaz de 19 anos teria matado quatro pessoas em menos de dez dias

A polícia deteve, na madrugada deste domingo (09), Quecsis de Oliveira Sacramento, suspeita de auxiliar Ailton Izaias da Silva, o Maníaco do Brás, em um dos crimes atribuídos a ele. Ela, que segundo a polícia é garota de programa, nega participação no crime.

Silva foi preso na semana passada. Ele é acusado de matar quatro pessoas a facadas entre meados do mês passado e o início deste mês.

Quecsis estaria envolvida na morte do saxofonista Aislan Dantas dos Prazeres, de 35 anos, ocorrida há duas semanas.

Ela foi detida por Policiais Civis da Equipe C Leste do DHPP (Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa) em um forró, no Largo da Concórdia ? o mesmo lugar onde teria conhecido Aislan.

A informação foi confirmada por policiais e pelos advogados do músico, que souberam da operação da polícia.

De acordo com as investigações, Quecsis teria sido contratada pelo músico para um programa. Ela se encontrou com Aislan no bar do Largo da Concórdia. O músico bebia com Silva no local ? os dois haviam se conhecido havia pouco tempo.

Com os dois, Quecsis teria consumido drogas. Depois, o trio seguiu para a região da Rua Oriente, onde o músico foi morto.

Segundo depoimento da moça, Silva teria se afastado dos dois em um determinado momento. Pouco depois, voltou e atacou Aislan.

Quecsis afirma que não agrediu o músico. Ela diz apenas ter testemunhado o homicídio.

Depois de ser ouvida pelos policiais do DHPP, a prostitutal foi levada para a carceragem do 89º DP (Jardim Taboão).

Fonte: r7