Detidos com crack são liberados por conta de greve dos peritos

Sem laudo da perícia atestando a droga, polícia não pode registar flagrante

A Polícia Militar deteve quatro jovens em uma casa no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia, com 31 pedras de crack. A ação aconteceu na madrugada deste domingo (27) e, apesar de terem sido pegos com a droga, segundo a PM, eles não puderam ser presos em flagrante devido à greve dos peritos criminalistas em Goiás.

"Mesmo você sabendo que é entorpecente, se não houver um laudo assinado por um perito atestando a substância e a quantidade não podemos efetuar o flagrante", explica o tenente Alex de Siqueira, responsável pela área.

De acordo com o tenente Siqueira, os quatro foram levados para o 8º Distrito Policial, onde o delegado registrou um boletim de ocorrência, ouviu os suspeitos e, em seguida, teve de liberá-los. "Esse é o terceiro caso de traficante liberado por conta da greve só na nossa área", diz o tenente.

Além das pedras de crack, a PM apreendeu no local onde os rapazes estavam duas motos sem documentação e R$ 400 em dinheiro. Segundo os militares, a casa funcionava como uma "boca de fumo" - ponto de venda de drogas. O tenente Siqueira conta que vizinhos, incomodados com a grande movimentação de supostos usuários de entorpecentes durante a madrugada, fizeram uma denúncia anônima.

Fonte: G1