Policia investiga quadrilha que assalta supermercados no estado do Ceará

Policia investiga quadrilha que assalta supermercados no estado do Ceará

Segundo os levantamentos realizados pela Polícia, os bandidos já conseguiram furtar mais de meio milhão de reais e vários objetos.

Policiais civis, lotados no Departamento de Inteligência Policial (DIP), investigam a ação de uma quadrilha de arrombadores de supermercados na capital cearense. Segundo os levantamentos realizados pela Polícia, os bandidos já conseguiram furtar mais de meio milhão de reais e vários objetos. O diretor do DIP, delegado Francisco Carlos Crisóstomo de Araújo Crisóstomo acredita que o dinheiro era usado na compra de armas e explosivos para ataques a agências bancárias no interior do Estado.

A investigação teve início no 19º DP (Conjunto Esperança) pela equipe comandada pelo delegado Aurélio Araújo que conseguiu identificar um dos integrantes da quadrilha, identificado como Francisco John Teixeira de Sousa, 29.

O veículo dele, um Ford Ka, azul, de placas HVV-2036, usado pelos ladrões, foi encontrado estacionado nas proximidades de um dos supermercados atacados no bairro Mondubim. Um dos comparsas de Francisco John, identificado como Joseph Felipe Medeiros, também foi identificado e preso.

Joseph Felipe é condenado por crimes de roubo, furto e receptação, além de ser fugitivo da cadeia Pública de Canindé. Quando foi recapturado, ele estava com quatro chaves "minchas" e um alicate grande, usado para arrombar cadeados.

Lista

Em poder dele, também foi encontrada uma lista de supermercados, todos pertencentes a grandes redes. "Os que estavam riscados era porque já tinha sido arrombados", salientou o diretor do DIP, Francisco Carlos Crisóstomo.O delegado informou ainda que, durante o final de semana passado, o bandido tentou fugir do xadrez do DIP. A fuga só foi frustrada porque um inspetor encontrou a serra do lado de fora da janela da cela.


DIP investiga quadrilha que assalta supermercados no estado do Ceará

Um dos acusados de fazer parte da quadrilha, Joseph Medeiros foi preso. Ele é condenado por crimes de roubo, furto e receptação FOTO: NATINHO RODRIGUES

Indagado como conseguiu a serra, Joseph Medeiros disse que o material estava dentro da sandália que usava no momento da prisão. Os inspetores do DIP continuam com as investigações no sentido de descobrir os outros integrantes da quadrilha.

Nome falso

Quando foi preso em Canindé, acusado de roubo, o bandido disse se chamar José Felipe Medeiros de França. Isso fez, inclusive, com que ele tentasse ludibriar os policiais civis, dizendo que a pessoa presa naquela cidade do Sertão Central tinha o nome parecido com o dele. "A verdade é que se trata da mesma pessoa", assegurou o diretor do DIP.

Em um estabelecimento localizado no bairro Conjunto esperança, Joseph Felipe Medeiros e os comparsas levaram R$ 400 mil em espécie, oito celulares e vários chips de diferentes operadoras. De outro mercantil, localizado no Montese, a quadrilha levou R$ 212 em espécie e R$ 6,8 mil em cheques.

Na ação dos bandidos, no Mondubim, além do portão de entrada, dois cofres foram arrombados. Vários objetos que foram considerados de valor pelo bando, como celulares, cheques, cartões eletrônicos e notebooks, também foram levados.


DIP investiga quadrilha que assalta supermercados no estado do Ceará

O delegado Francisco Crisóstomo acredita que o dinheiro era usado na compra de armas e explosivos para ataques a agências bancárias FOTO: KIKO SILVA

Preventiva

O diretor do DI, Francisco Crisóstomo frisou que encaminhará o bandido para a Comarca de Canindé, para que ele cumpra o restante da pena, principalmente por ter quebrado o regime de liberdade condicional. Por causa dos arrombamentos, Joseph Felipe teve a prisão preventiva decretada pela juíza Luciana Teixeira de Souza, titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Fortaleza.

Fonte: Diário do Nordeste