Diretor de futebol é suspeito de abusar sexualmente de 15 atletas menores

Segundo denúncia, vítimas teriam sido selecionadas em peneira.

O presidente do Conselho Deliberativo do Esportivo de Passos(MG) é investigado por conta da suspeita de abuso sexual de menores que jogam nas categorias de base do clube. A denúncia é apurada pela Polícia Civil depois de chegar primeiramente no Conselho Tutelar. Na semana passada, o clube anunciou o retorno ao futebol profissional depois de seis anos parado. A equipe vai disputar a 2ª Divisão do Campeonato Mineiro, que começa em agosto deste ano.

A polícia acompanhou um treino da equipe de perto. O delegado Paulo Queiroz Ferreira conversou com algumas mães e depois ouviu os garotos na delegacia. Após os depoimentos, um mandado de busca e apreensão foi cumprido na casa do diretor esportivo. No local, foram apreendidos computadores, celulares, e DVDs. Um menor, também jogador, que residia na casa, foi encaminhado para o Conselho Tutelar.

As acusações surgiram depois que alguns jogadores foram dispensados sem explicação. Após o anúncio do retorno da equipe aos gramados, no mês passado, cerca de 600 atletas participaram das peneiras, mas apenas 30 foram selecionados. Desses, pelo menos 15, todos menores, teriam sofrido abusos sexuais conforme a denúncia que chegou ao Conselho Tutelar.

O diretor do clube, Itamar Albino da Silva, nega as acusações e diz que elas surgiram após uma briga dentro do clube.

"É uma denúncia gravíssima, de calúnia, maldosa, oportunista. A minha relação com eles é de atleta profissional. Eu não tenho nada com nenhum deles, a não ser este que eu acolhi porque ele pagou R$ 5 mil e foi colocado praticamente sozinho e ele ia ficar aonde? Então eu o acolhi juntamente com outro atleta em uma casa anexa à casa maior da gente", disse o dirigente.

O delegado que apura as denúncias não quis falar sobre o assunto. O Conselho Tutelar informou que não vai se pronunciar para preservar os menores envolvidos.

Fonte: G1