Diretor de presídios diz que situação de vídeos não existe

Diretor de presídios diz que situação de vídeos não existe

Segundo o capitão Ancelmo Portela, só são distribuídas refeições até as 17 horas, sendo que o vídeo se passa em horário noturno

Em entrevista ao programa Agora, da Rede Meio Norte, o capitão Ancelmo Portela, diretor de presídios da Secretaria de Justiça, disse que a situação dos presídios piauienses apresentada em vídeos nas últimas semanas ?Hoje, não existe?.

Os vídeos, que foram divulgados em rede nacional, mostram presos da penitenciária Major César recebendo refeições em sacos plásticos, e usando jornais como cama. Em outro momento, imagens da cozinha da penitenciária mostram uma infestação de baratas.

Capitão Ancelmo afirmou que só são distribuídas refeições até as 17 horas, sendo que o vídeo se passa em horário noturno. Segundo ele, as imagens são contestáveis e o caso está sendo investigado.

Vilobaldo Carvalho, presidente do Sinpoljuspi (Sindicato dos Agentes Penitenciários e Servidores Administrativos das Secretarias da Justiça e de Segurança Pública do Estado do Piauí), também presente no debate, contestou o capitão, perguntando se as baratas também seriam contestáveis. Vilobaldo disse que a situação dessas cadeias são inaceitáveis e não podem continuar, e que a falta de agentes penitenciários é um outro problema grave, além de que estes são mal equipados.

Humberto Carvalho, membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) disse que a comissão já vem combatendo este tipo de realidade a tempos. ?Sabemos que o sistema prisional do Piauí é caótico, precário, tem problemas de instalações elétricas e hidráulicas...?, enumerou ele.


Diretor de presídios diz que situação de vídeos não existe

Diretor de presídios diz que situação de vídeos não existe

Diretor de presídios diz que situação de vídeos não existe

Fonte: Andrê Nascimento