Diretor de TV é confundido com ladrão e acaba morto pelo próprio filho no Rio de Janeiro

A notícia da morte de Coqueiro foi publicada na coluna de Léo Dias, do jornal “O Dia”.

Neste sábado (14) a Divisão de Homicídios (DH) confirmou que um tiro acidental matou o diretor de TV Marcus Coqueiro. O crime ocorreu no último dia 7, na Taquara, Zona Oeste do Rio. A notícia da morte de Coqueiro foi publicada na coluna de Léo Dias, do jornal “O Dia”.

O tiro que matou Coqueiro foi disparado por Gabriel Campos Leito Coqueiro de Vasconcelos, de 23 anos, filho do diretor. O rapaz confundiu o pai com um ladrão e atirou com um revólver. Marcus tinha avisado que iria viajar, mas desistiu e não comunicou o fato ao filho. Quando Gabriel chegou em casa, viu um vulto e atirou. Uma perícia foi feita e confirmou a versão do filho do diretor.

Gabriel foi autuado em flagrante foi por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e por posse de arma. Ele pagou fiança e foi liberado. A polícia também ouviu familiares do diretor. Marcus Coqueiro tinha 59 anos. Irmão do também diretor Ignácio Coqueiro, Marcus dirigiu sua última novela na carreira no SBT, com “Amor e Revolução” (2011/2012), de Tiago Santiago.

Com mais de 20 anos de carreira na TV, o diretor também acumula trabalhos na Record, Bandeirantes e Rede Globo.

 

Fonte: Extra