Diretora de escola deixa cargo por causa da violência

Diretora de escola deixa cargo por causa da violência

A decisão do afastamento da diretora partiu de conflitos existentes entre alunos da escola.

O medo das ameaças provocadas por criminosos na Vila Irmã Dulce levou a diretora da escola Dom Helder Câmara a se afastar do cargo esta semana. Os demais funcionários convivem com o medo da violência no bairro e dentro da instituição e reconhecem que a situação é preocupante.

A decisão do afastamento da diretora partiu de conflitos existentes entre alunos da escola. Informações apontam que ela promoveu um diálogo com as mães na tentativa de reduzir as diferenças, quando uma delas optou por retirar a filha da unidade de Ensino.

A pedagoga da escola assegura que o fato não foi um caso isolado. ?Uma professora foi ameaçada de sequestro por uma aluna. Nós precisamos de um patrulhamento mais efetivo e de uma garantia que assegure que os professores venham trabalhar com segurança.?

Dentre os riscos constantes, até mesmo para os moradores, estão o uso de drogas e as ameaças dos usuários, que acontecem a todo instante em frente à escola.

O tenente coronel Edson Ferreira, do Ronda Cidadão, reconhece as dificuldades, mas confirma a presença do patrulhamento. ?A Polícia Militar nunca trabalhou tanto quanto agora. Todas as vezes que o Ronda Cidadão foi solicitado nas escolas ele esteve presente?. Em relação ao episódio, no sentido de dar uma resposta o tenente afirma ?nós temos que tomar uma atitude, uma decisão, ou pelo menos um paliativo?.

VEJA O VÍDEO

Fonte: Denison Duarte