Dívida de óculos motivou estupro de deficiente mental em rodoviária

Acusados consumiram quatro litros de vodca antes do estupro

Image title


O estupro de deficiente mental, de 55 anos, em uma rodoviária no município do interior do Ceará, foi praticado para quitar uma dívida de apenas um óculos.

A informação foi confirmada pelo titular Marcos Sandro Nazaré de Lira, da Delegacia Regional de Icó, cidade distante 385 quilômetros de Fortaleza.]

De acordo com depoimento, os três jovens se deslocaram para uma festa na cidade de Cedro, onde consumiram quatro litros de vodca. Na volta a Icó, se depararam com a deficiente mental, que estava acompanhada de um gato de estimação.

Como Raynan Mota Mesquita, de 18 anos, tinha perdido os óculos de um dos colegas, foi feita a proposta para que ele beijasse a deficiente enquanto era filmado, a fim de quitar a dívida.

Nas imagens, um dos adolescentes propõe: “Se você der um beijo nela, digo que você é um sobrevivente. Você me deve só R$ 10, mas tem que ser um beijo de língua”.

Depois que o jovem beija a deficiente, os adolescentes comentam, rindo: “Não acredito nisso não”. No vídeo, o estudante de 18 anos ainda toca nas partes íntimas da mulher.

A filmagem foi divulgada em um grupo do Whatsapp, com 10 pessoas. Daí em diante, as imagens foram amplamente compartilhadas e tiveram repercussão nacional.

O caso ocorreu em 4 de julho, mas só veio à tona no último domingo (13). Os três suspeitos (de 16, 17 e 18 anos) alegaram que “tudo não passou de uma brincadeira”. A vítima fez exame de corpo delito nesta quarta-feira, em Iguatu.

De acordo com informações da polícia, ela vaga pelas ruas e, atualmente, é paciente do Centro de Atenção Psicossocial (Caps).Raynan Mota deve ser autuado por estupro de vulnerável, pegando de 8 a 15 anos de prisão. Os adolescentes responderão por ato infracional, e poderão passar no máximo três anos em reclusão.

Fonte: Tribuna do Ceará