"Diziam que iam matá-lo", diz empresário de humorista sequestrado

"Quando ele disse quem era os bandidos liberaram ele", disse.

Na noite desta segunda-feira, o humorista Maurício Manfrini, conhecido como ‘Paulinho Gogó’, da Praça é Nossa passou por momentos de terror após sofrer um sequestro relâmpago no Rio de Janeiro. Segundo ele, a violência sempre foi motivo de preocupação e já pensava em comprar um veículo blindado.

No momento do crime ele ia em direção a rodovia Presidente Dutra com a esposa para buscar o motorista quando foi abordado por homens armados. O empresário do comediante falou sobre o assunto. “Ele disse que agora mais do que nunca vai comprar um carro blindado. O seu medo era se seu filho de 4 anos estivesse junto com ele porque não ia dar tempo de tirá-lo da cadeirinha. A mulher dele foi arrancada de forma muito violenta do carro, depois encapuzaram ele, deram uma coronhada e diziam o tempo inteiro que iam matá-lo”, declarou Marcelo Vieira.

Em seguida a mulher do humorista avisou o motorista sobre o sequestro e tentaram seguir o veículo com os bandidos e o marido. “Graças a Deus não aconteceu nada grave, mas levaram tudo dele, até os tênis tiraram”, disse.

Segundo a polícia, o artista só foi liberado quando se identificou para os acusados. “Foi um roubo e bem rápido, quando ele disse quem era os bandidos liberaram ele. Agora vamos tentar localizar os bandidos”, declarou.

Humorista 'Paulinho Gogó'  (Crédito: Reprodução)
Humorista 'Paulinho Gogó' (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Extra