DJ que animava festas particulares de Ronaldinho é achado morto

Goleiro era amigo de jogadores como Jô, Vagner Love e Ronaldinho

O Dj Goleiro como era conhecido Valdemir dos Santos, de 37 anos, foi encontrado morto dentro de um quarto em um hotel de luxo na Barrada Tijuca, Zona Oeste do Rio. A vitima foi encontrada com um corte no pé direito e uma mesa de vidro estava quebrada. Valdemir não estava sozinho a mulher que estava no quarto com ele também se feriu mas não corre risco de morte.

Image title

“ Goleiro não tinha condições de está hospedado naquele hotel. O Dj estava com um casal no quarto e eles contaram à polícia que estavam jantando, por volta das 20h, quando a mesa quebrou. Os dois foram buscar ajuda e quando retornaram ao quarto o Valdemir já estava morto” contou Marcelo Alexandrino amigo do DJ.

A irmã do DJ Goleiro também achou estranho o fato de ele estar em um hotel tão caro e de o casal não ter tido tempo hábil para socorrê-lo.

“ Como uma pessoa morre com um corte no pé? Isso é muito estranho. Está tudo muito confuso. Ele sempre foi uma pessoa muito querida. Animava grandes festas de jogadores de futebol e trabalhava em boates do Rio” contou Patrícia irmã de Valdemir.

Image title

Goleiro era amigo de jogadores como Jô, Vagner Love, Edmundo e Ronaldinho Gaúcho.

Segundo ela, a família está tendo dificuldades para enterrar o DJ: “Já rodamos por vários cemitérios do Rio, mas ainda não encontramos nenhum com vaga. O corpo já está na funerária. Não sabemos o que vamos fazer.”

Image title

Em nota a Polícia informou que, de acordo com informações da 16ª DP (Barra da Tijuca), foi instaurado inquérito para apurar as circunstâncias da morte. A delegacia aguarda os laudos da perícia de local e do IML com a causa da morte. Amigos da vítima prestaram depoimento e testemunhas estão sendo ouvidas. Imagens de câmeras de segurança do hotel foram solicitadas.

Procurada, a administração do hotel não retornou as ligações. Uma atendente informou apenas que o gerente não estava no local para comentar o caso.

Fonte: Com informações do Extra