Dois bandidos são mortos durante assalto no Ceará

Dois assaltantes armados invadiram o depósito de uma distribuidora de refrigerantes

Dois assaltantes e um operário morreram, e um sargento da PM saiu baleado, num confronto armado entre bandidos e policiais militares neste Município da Região do Cariri (a 505Km de Fortaleza). O tiroteio ocorreu, às 10 horas de ontem, na Rua Manuel Inácio de Lucena, a cerca de 500 metros da igreja matriz desta cidade.

De acordo com o delegado Flávio Santos, dois assaltantes armados invadiram o depósito de uma distribuidora de refrigerantes e renderam os funcionários, colocando-os dentro de um banheiro. Uma das funcionárias da empresa conseguiu, no entanto, conseguiu acionar a Polícia através de um celular. Imediatamente, foram mandadas viaturas para o local.

Percebendo que estavam cercados pela Polícia, os assaltantes usaram um caminhão da distribuidora para tentar arrombar a parede dos fundos da distribuidora, com o objetivo de furar o cerco, mas a PM já havia ocupado toda a área.

Acuados, os assaltantes resolveram enfrentar a Polícia, saindo pelo portão principal, de arma em punho, com pistolas de calibre 380ACP. Eles saíram atirando contra a patrulha comandada pelo sargento PM Oliveira, que foi atingido no braço e ombro direitos.

Tiroteio

Diante da resistência da Polícia, os assaltantes tomaram como refém o ajudante de caminhão Manoel Firmino da Silva, que trabalha na distribuidora. Na saída, foi ?um Deus nos acuda?, contou um militar. Com a chegada de mais reforços policiais, o tiroteio aumentou, tombando mortos o refém Manoel Firmino e assaltante Bendito José de Souza, enquanto o assaltante Wilson Souza de Jesus, de 22 anos, natural de Salvador (BA), também foi baleado e socorrido pela Polícia. No percurso para o Hospital Municipal de Barbalha, o assaltante morreu. O sargento PM Oliveira foi conduzido para o Hospital Geral de Brejo Santo.

O delegado regional de Brejo Santo, Flávio Santos, que está presidindo o inquérito policial, informou que não dá ainda para saber quem matou o refém. Somente depois das investigações e dos exames periciais é que será identificado o autor dos disparos que atingiram o operário, que tinha 40 anos e era natural de Brejo Santo.

O delegado informou que a Policia está à procura de um terceiro assaltante, que teria ficado do lado de fora, dando suporte aos comparsas. Ele teria fugido num Fiat preto em direção à cidade de Mauriti?, disse. Foram encontrados em poder dos dois assaltantes duas pistolas, dez celulares - roubados dos funcionários - e um rádio comunicador.

Fonte: Diário do Nordeste, www.diariodonordeste.com.br