Dois garis são presos suspeito de assalto a motoristas

Dois garis são presos suspeito de assalto a motoristas

Eles se aproveitaram do congestionamento para roubar um carro com duas mulheres

Dois homens que trabalhavam como garis foram presos na terça-feira (12) em São Paulo por suspeita de assaltar motoristas na Marginal Tietê. Eles foram detidos por uma equipe da Polícia Civil que estava próxima ao local onde ocorreu um dos roubos.

Os suspeitos trabalhavam em uma empresa que limpa bueiros na cidade e é contratada pela prefeitura. Eles foram presos em flagrante, em horário de serviço e uniformizados.

Os dois trabalhavam próximo à Ponte da Casa Verde, e se aproveitaram do congestionamento para roubar um carro com duas mulheres. Entretanto, eles não perceberam que logo atrás, também parado no trânsito, estava um carro da Polícia Civil.

?Quando passamos pela Ponte da Casa Verde, um motoqueiro nos parou e informou que havia ocorrido um roubo, dois homens vestidos de garis tinham roubado uma moça?, contou a delegada Alexandra de Agostini.

?O trânsito na marginal estava muito congestionado, e as duas estavam com os vidros abertos. Nesse momento, os dois se aproximaram, mas como estavam com uniformes, elas nem imaginaram que fossem ser assaltadas?, completou a delegada.

Os policiais conseguiram chegara a tempo e prender os suspeitos. Eles foram levados para o prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo a polícia, um deles estava em liberdade condicional ? já tinha sido preso por roubo. O outro tem passagem por porte ilegal de arma.

A Prefeitura de São Paulo, que contratou a empresa Monte Azul, onde os garis trabalhavam, informou que não há nenhuma irregularidade em contratar presos na condicional, e que neste caso, a responsabilidade não é nem da empresa nem da prefeitura. Os dois serão afastados do trabalho.

Fonte: g1, www.g1.com.br