Dois PMs são presos suspeitos de furtar 30 armas de quartel

A PM não informou desde quando os policiais estão presos, nem disse a data em que as armas foram furtadas

Dois policiais militares foram presos por suspeita de terem furtado pelo menos 30 pistolas calibre 40 do quartel da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (rota), do 1º Batalhão de Choque da Polícia Militar de São Paulo. Os agentes, que exerciam a função de armeiros, foram detidos dentro do próprio quartel, onde devem ficar até o fim das investigações.

A PM não informou desde quando os policiais estão presos, nem disse a data em que as armas foram furtadas. O comandante do batalhão determinou a abertura de um inquérito policial-militar (IPM) para investigar os furtos.

"As armas fazem parte da reserva de contingência do batalhão, portanto não estavam sendo usadas em atividades externas", disse a PM em nota.

Fonte: Terra