Dono do jornal 'O Grito' é executado com cinco tiros em MG

Maurício Campos Rosa foi atingido por 5 disparos no bairro Frimisa

O dono do jornal "O Grito" de Santa Luzia, na Grande BH, Maurício Campos Rosa, de 64 anos, morreu no fim da noite desta quarta-feira (17) depois de ser baleado. Segundo a Polícia Militar (PM), ele foi atingido por cinco tiros no bairro Frimisa.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a vítima havia acabado de sair da casa de um amigo, quando foi atingindo. O proprietário do imóvel estava com Rosa, mas entrou em estado de choque e não conseguiu contar aos militares do 35º Batalhão como foi o crime.

Maurício Campos Rosa, de 64 anos (Crédito: Reprodução)
Maurício Campos Rosa, de 64 anos (Crédito: Reprodução)


Segundo a polícia, o jornalista levou um tiro no pescoço e quatro nas costas. Nenhum suspeito foi preso até o momento.

O empresário foi levado em estado grave para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do São Benedito, em Santa Luzia, e depois transferido para o Hospital Risoleta Tolentino Neves, em Belo Horizonte, onde passou por cirurgia e não resistiu aos ferimentos.

Dono do jornal 'O Grito' é executado com cinco tiros em MG (Crédito: Reprodução)
Dono do jornal 'O Grito' é executado com cinco tiros em MG (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1