Duas pessoas armadas invadem escola pública e geram pânico

Segundo PM, suspeitos entraram armados para matar aluno de 16 anos.

Uma denúncia anônima levou a polícia até uma escola muncipal Severino Patrício no bairro do Alto do Mateus, em João Pessoa, na manhã desta quinta-feira (20). De acordo com o soldado Fábio Costa da Unidade de Polícia Solidária (UPS) do Alto do Mateus, a denunciante disse que dois jovens armados entraram na escola procurando um aluno para resolver uma rixa. Ainda conforme a PM, a dupla fugiu da escola sem efetuar nenhum disparo porque os alunos entraram em pânico.

Segundo o policial, ?normalmente este tipo de situação é causada por envolvimento com o tráfico. Acreditamos que rixas entre os suspeitos de entrarem armados na escola e o estudante tenham motivado a tentativa. Fizemos rondas pelo bairro, mas não encontramos ninguém. Continuaremos as buscas?, comentou.

Já a diretora da escola Severino Patrício, Vitória Régis, disse que apenas um rapaz havia entrado na escola armado. Segundo ela, o suspeito havia entrado com o revólver dentro de uma sacola e, quando empunhou a arma, fugiu ao notar o alvoroço dentro da escola.

?Ele tirou a arma de dentro da sacola e colocou no cós da calça. Quando viu que todos estavam olhando, foi embora. Ele queria assassinar um aluno de 16 anos que, provavelmente, está com amizades que usam drogas. Infelizmente, se ele tivesse encontrado o aluno, teria disparado?, relatou a diretora.

Ainda conforme Vitória Régis, no momento em que o suspeito invadiu a escola, cerca de 150 alunos com idades entre de 11 anos e 16 anos estavam nas dependências da Severino Patrício. ?A segurança é feita pela Patrulha Escolar, só que em alguns momentos a patrulha não dá conta de todas as escolas. Quando a polícia chegou o rapaz já tinha saído?, completou a diretora.

Fonte: G1