Dupla é presa acusada de se passar por policiais no Piauí

Um dos acusados disse em pousada que era policial de Goiás

Dois homens idetificados como Ritharly Coelho Brito e Gilcardson Batista de Macedo, foram presos nesta quarta-feira (1º), em Canto do Buriti, região dul do Piauí, acusados de falsificação de documentos, chegando a se passar por policiais e até por médico.

Segundo a polícia, a dupla estava hospedada em uma pousada do município e um deles apresentou uma identidade se identificando como policial de Goiás, o que levantou suspeitas.

Eles foram encaminhados até a delegacia onde foi pedido que apresentassem o as carteirais funcionais e foram presos de imediato pois os documentos possuíam erros ortográficos.

Segndo Paulo Gregório, delegado do município, foi realizado uma vistoria no quarto da pousada onde a dupla estava hospedada e foram encontrados armas de brinquedo, impressora, notebooks, máquina de plastificação, cédulas de identidade em branco, e um dos acusados ainda possuia cerca de 10 documentos de identidade falsificados, registros de nascimento falsificados e vários cartões de crédito.

O delegado informou que a dupla pertence a grupo que aplica golpes em vários estados e que duas vítimas do estado da Bahia já foi identificada.

Em depoimento da delegacia, os acusados confessaram que se passavam por policiais e disseram fazer isso para impressionar as mulheres e afirmaram que vendial cédulas de identidade.

Foi apreendido com os acusados um veículo modelo  Astra 2009, com placa de Tocantis.

A operação foi realizada pela  Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia do município de Canto do Buriti, e em parceria com a Polícia Militar.


Image title

Image title

Fonte: Portal MN