Dupla usa pipa para realizar ameaças para o policial militar de morte em BH

Os criminosos escreveram "Polícia sai do pé só no sapatin.

Dois suspeitos de ameaçar um cabo da Polícia Militar de morte foram presos na noite desta sexta-feira (21) em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. A PM encontrou Jeferson Bitencourt Pinto, de 24 anos, por meio de denúncias anônimas. Ele já tinha um madado de prisão por roubo em aberto e tem passagem pela polícia por homicídio e uso de drogas. O outro detido, Max Rylander Drumond Maia, também de 24, foi encontrado na hora da abordagem. Ele também já tem passagens por roubos e uso de drogas.

A ameaça de morte chegou a casa do policial em uma pipa. Os criminosos escreveram "Polícia sai do pé só no sapatin. A paz tá morta, desfigurada no IML. Os capeta tá solto (sic)". Segundo os militares, ele está sendo perseguido depois que prendeu os suspeitos por roubo a veículo no bairro Santa Cruz.

Segundo a PM, a dupla afirmou que iria matar o policial e expulsá-lo do bairro e que a polícia jamais os pegaria. Foram encontrado 29 pinos com cocaína, dez pedras de crack embaladas, uma balança de precisão e 200 pinos vazios na casa de Maia, além de um caderno com letras de músicas de funk. Uma das canções diz "nós vamos botar fogo no busão, nós somos da facção, nós vamos meter bala na polícia, nós somos da milícia". O suspeito rebateu a acusação.

? Escrevi quando eu estava preso, eles estão interpretando como ameaça e eu não ameacei ninguém. Eu não fiz música para o crime, foi para zoar. Foi música de momento. Eu não tenho só essa não, tenho mais 20 músicas. Tem consciente, melody, tem tudo.

Os dois suspeitos negaram que teriam ameaçado o policial.


Dupla usa uma pipa para realizar ameaças para policial militar de morte

Dupla usa uma pipa para realizar ameaças para policial militar de morte

Fonte: G1