"Bruninho viu ela sendo agredida",diz Sônia mãe de Eliza

"Bruninho viu ela sendo agredida",diz Sônia mãe de Eliza

Caso Bruno: ‘Não acredito mais no reconhecimento’, diz mãe de Eliza Samúdio sobre demora do goleiro para registrar o filho

A mãe da modelo Eliza Samúdio disse, nesta sexta-feira, que não acredita mais que o goleiro Bruno vá reconhecer o filho espontaneamente, como anunciaram os advogados dele na semana passada. Para Sônia de Fátima Moura, Bruno quis passar uma imagem de ?bom moço? para a imprensa:

- Há dois anos existe uma ação na Justiça para que ele faça esse reconhecimento, mas está parada. Agora, a alegação é que eles precisam da certidão de nascimento do Bruninho, mas não procuraram nem a mim nem a minha advogada.

Segundo ela, o menino, de 2 anos e 3 meses, parece sentir esse clima tenso. Bruninho tem tido pesadelos e, na madrugada desta sexta, acordou cinco vezes. Além disso, ele - que faz tratamento psicológico há dois anos - demonstra um medo muito grande de motoqueiros com capacete.

- Isso o assusta demais. Segundo o psicólogo, o Bruninho tem guardado na lembrança tudo o que presenciou a mãe sofrer. Ele a viu sendo agredida e trancada num quarto - contou Sônia.



Mas, de acordo com ela, no restante do tempo, o menino - que tem os olhos da mãe mas no restante se parece demais com o pai - é uma criança normal. De manhã, gosta de assistir ao seu desenho favorito, ?Tom & Jerry?. Jogar bola é a brincadeira favorita de Bruninho, torcedor fanático do São Paulo.

- Mas ele é fã do Neymar - entregou Sônia.

A avó contou ainda que, na maior parte do tempo, ele a chama de mãe. Mas reconhece Eliza Samúdio:

- O Bruninho sabe que ela é a mãe dele. Se você mostrar a foto da Eliza, ele fala: ?É a minha mamãe Eliza?. Às vezes, alguém brinca com ele e fala: ?Ela é muito feia!?. E ele responde, batendo o pé: ?Minha mãe é lindinha!?.

Fonte: Extra