‘Ele batia na minha mãe, abusava de mim’, revela filho de um estuprador

A dona de casa Silvia Carla Magalhães conta que Renato de Matos é agressivo dentro de casa.

Abusadas pelo próprio pai, quatro crianças detalham os crimes e a rotina de medo que imperava dentro de casa em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. A mãe dos meninos era ameaçada de morte para não denunciar as agressões, que duraram cerca de três anos.

O suspeito, Renato Lúcio de Matos, 42 anos, foi preso na segunda-feira (11) quando a mulher se revoltou com a última investida do marido: ele queria abusar do mais novo, de apenas dois anos. Ele reagiu à prisão usando um dos filhos como "escudo" e tentou tomar a arma de um policial.

A dona de casa Silvia Carla Magalhães conta que Renato de Matos é agressivo dentro de casa.

? Já tem uns três anos que ele tenta abusar dos meninos, de mim também. Ele é usuário de drogas, chega agressivo dentro de casa, ameaça de morte. Tirava a roupa dos meninos, passava a mão nas partes íntimas dos meninos.

Os meninos têm 2, 7, 9 e 13 anos. Um deles detalha os episódios de violência doméstica.

? Eu vi ele batendo na minha mãe, eu vi ele escondendo droga dentro de casa, abusando de mim. Tem um tempão.

Outro filho conta como o pai tentou impedir a prisão.

? Eu tenho (medo). Tem dia que ele bate na gente, chega "doidão". Hoje ele enforcou, pegou de surpresa e levou pra rua, perto dos policiais. Aí tomou um tiro no pé.

Silvia Magalhães já havia chamado a polícia outras duas vezes, mas disse que foi impedida de abrir o portão para os militares.

Renato de Matos foi levado para o Hospital Municipal de Contagem por causa do tiro na panturrilha. Ele está escoltado por PMs.

No hospital, uma vizinha de 12 anos contou que também teria sido abusada por ele.

? Ele passou a mão no meu corpo, tentou abusar de mim também. Todo mundo do bairro sabia, mas fica com medo.

Fonte: r7