Padrasto é suspeito de estuprar e engravidar 2 enteadas deficientes

A mãe só percebeu a situação ao notar a gestação da filha.

Um homem de 39 anos foi preso suspeito de estuprar duas enteadas deficientes e engravidar uma delas na cidade de Taperoá, Sertão paraibano, na quarta-feira (3). Ele estava em liberdade, mas exames comprovaram os abusos.

As vítimas são deficientes físicas e mentais. A mãe procurou um fórum da cidade e o local comunicou a Polícia Civil para investigação. Ela só percebeu a situação ao notar a gestação da filha. As mulheres passaram por exames no Núcleo de Medicina de Odontologia Legal de Campina Grande. O resultado comprovou o estupro, mas um exame de DNA ainda é aguardado sobre a paternidade da criança.

Segundo a polícia, uma delas está grávida de seis meses e é a mais debilitada. A vítima fica em berço e se alimenta por mamadeira. Ela era estuprada dentro da própria casa há pelo menos um ano.

Fonte: R7, www.r7.com