Eletricista usou uma ferramenta de descascar fio para matar filho músico

Ele se entregou e alegou legítima defesa; pai disse que Fábio Frazão tentou agredir família

O eletricista Reinaldo Frazão usou uma ferramenta de trabalho para matar o próprio filho. Ele se entregou à polícia no fim da manhã desta terça-feira (30) e alegou legítima defesa. O pai disse que, na noite do crime, o filho chegou em casa muito agitado e tentou agredir a família.


Eletricista usou ferramenta de descascar fio para matar filho músico

? Pegou no meu colarinho assim e falou: "Eu, não tenho medo de você" e avançou pra cima de mim. Eu fechei o portão e ele começou a quebrar a casa. E o que eu tentei foi afastar ele. Mas infelizmente eu acertei ele e tá feito, eu vou pagar.

Fábio Nunes Frazão tinha 25 anos e estava desempregado. Ele era cantor de uma banda de rock. No depoimento, Reinaldo Frazão contou que a arma usada no crime era instrumento de trabalho.

? Eu sou eletricista, eu trabalho com cabo da grossura do meu dedo. Aquela fala era simplesmente uma ferramenta de descascar fio.

Como não houve flagrante, o pai foi liberado. A polícia investiga se Ronaldo agiu realmente em legítima defesa. O delegado responsável pelo caso ainda não recebeu um laudo com o tipo e quantidade de perfurações existentes no corpo de Fábio.

Ronaldo foi indiciado por homicídio. Ele não tem antecedentes criminais. Ele não foi ao velório nem ao enterro, mas disse que está arrependido do crime.

Fabio era vocalista da banda Pray for Mercy e tinha voltado a morar com os pais depois de se separar, há cerca de três meses.

O jovem chegou a ser levado ao pronto-socorro do Hospital Campo Limpo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu onze minutos após chegar ao hospital.

Fonte: r7